Instituto Laborare | O voluntariado no ambiente hospitalar ajuda na humanização do atendimento
17621
single,single-post,postid-17621,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-5.8,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.4,vc_responsive

O voluntariado no ambiente hospitalar ajuda na humanização do atendimento

18489930_1878570439064845_4547552257952633561_o

08 ago O voluntariado no ambiente hospitalar ajuda na humanização do atendimento

O trabalho voluntariado é regulamentado no Brasil pela Lei 9.608/1998. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o voluntário é aquela pessoa que tem interesse pessoal e espírito cívico, dedicando parte de seu tempo (sem remuneração), as várias formas de atividades.

O Dia Nacional do Voluntariado foi instituído em 28 de agosto de 1985, e internacionalmente é comemorado  em 5 de dezembro. O objetivo é reconhecer a ação das pessoas que doam tempo, mão de obra e talento para causas de interesse social e para o bem estar da comunidade.

O trabalho voluntário deve ser exercido de forma séria e profissional, uma vez que é realizado em locais como hospitais, clínicas, escolas, entre outros. Nas instituições hospitalares, é uma participação que exige uma ação responsável e humanizada no sentido de promover a qualidade do acolhimento e o conforto aos pacientes no seu processo de tratamento.

O voluntariado faz a diferença no cotidiano da instituição e todos ganham: pacientes, voluntários, profissionais e colaboradores, tendo como principais benefícios:

  • Humanização no ambiente hospitalar;
  • Melhora a recuperação e o bem estar do paciente;
  • Contribui para o fortalecimento institucional;
  • Incentiva a participação da comunidade no hospital.